Grenal, ora!

Grenal, ora!

segunda-feira, 12 de abril de 2010


E tu, tchê loco, depois de tudo o que se sabe sobre a devastação da Floresta Amazônica por conta do teu sacrossanto “churrasquinho”, ainda não tomou vergonha na cara? Olha o exemplo que estás dando para os teus filhos...
Tenho visto que a definição de “gaúcho” por esses tempos que correm não é outra que... “comer churrasco!” Já houve tempo em que gaúcho era sinal de consciência política, e até ecológica: os movimentos ecológicos partiram daqui, as feiras de produtos orgânicos começaram aqui, a primeira associação nesse sentido, a AGAPAN, nasceu aqui. E isso fazia com que a gente estufasse o peito de orgulho por ser gaúcho.
As escolas do Brizola, então, aquela enorme quantidade de escolas espalhadas pelo Estado... isso sim era uma definição decente da nossa gente.

E não me venha com essa de que “isso é uma coisa cultural”. Até bem pouco tempo, o prato tradicional do brasileiro, em geral, era feijão com arroz, uma saladinha e – de vez em quando – uma carne. Nos domingos, uma galinha. Nunca essa cosa loca de x no almoço, x no jantar, e, no domingo, dê-lhe churrasco... Aqui pelas redondezas do meu rancho, o céu chega a ficar enevoado nesses dias, de tanta fumaça...
Eu sei que a maior devastação é para exportation, mas mesmo assim... olha o exemplo!

Sem contar a gordura, que agora tem um nome poético... obesidade! e as diabetes? Antes do advento da tal fast food, a gauchada era guapa! As gurias eram umas potrancas bem fornidas, mas sem exagero! Olha só a Yeda Maria Vargas!... Te espelha! E a Teresinha Morango... tudo umas esbeltezas.
E o mundo velho sem porteira parece que endoidou de vez! pôes que agora, além do povo se entupir de toda sorte de porcaria, ainda por cima querem que as china véia fiquem tudo uns fio. Pros bagual berrar na porteira do rancho: te cuida com o vento, vivente! Vai de lado... Ou... essa, se comer uma azeitona, vai parecer que tá grávida!
Os taura, ao contrário, em vez de cuidar da roça e ficarem macanudos ao natural, chegam a tomar uns trecos, uns tais de anabolizantes... e acabam parecendo uns abobados da enchente, como dizia a minha avó.
A deseducação é tanta, que canso de ver os PRÓPRIOS PAIS! (???) oferecendo uns tais salgadinhos – que tem o mesmo nome dessas coisas do computador, e devem ter o mesmo gosto misturado com papelão e regado com suquinho de inhãnha –, os chips.
Depois de tanta carne, tanto fast food, tanto salgadinho, e dê-lhe refrigerante pra fazer a gororoba descer, vem a parte dos remédios, das cirurgias, das culpas e dos consultórios de psicologia (e aí eu gosto porque o meu fica assim de loquinho). PURA NEURA! tudo isso.

Pra ter tanto churrasco, por exemplo, tanta carne e tanto lugar pro gado, já fizeram desaparecer um terço do Rio Grande. Os outros dois se foram com a soja e agora com os tais eucaliptos. E é por isso que o nosso frio ficou reduzido a 3 meses, com 36º em junho, o verão é aquele verdadeiro inferno, e não acaba, não acaba, não acaba nuuuunca, a gente torra, a gente vê tudo cor de laranja... eu já senti os meus óvulos fritando pelas próximas três gerações... e, pelo que sei, o buraco na tal camada de ozônio, aqui, é o maior de todos. Ah, disso podemos nos ufanar! Somos os maiores!...
Sem contar otras pragas... mas isso é pra depois.

10 comentários:

  1. então!
    .
    que bela descrição do gauchão! fui lendo e me vi como a vizinha ranzinza de um gaucho que, aos finais de semana, reune seus amigos para
    aquele churrasco com carnes de primeira.

    .
    que cheiro bom! risos. mas é a imagem que eles
    nos passam, mesmo morando aqui em mato grosso,
    num clima pra lá de quente. me assustei com o
    ritual único. e o "churrasco é com o gaucho"
    é real mesmo. pena, não? brincamos em uma comu
    do orkut, de fazermos um amigo oculto e não é que um dos amigos, gaúcho, presenteou a outro,
    com belas fotos de carnes assando, facões e a cerveja gelada?
    .
    amei o feijão com arroz e aquela saladinha. se
    for integral o arroz, melhor. o consumismo é grande e o verde vai acabando. triste brasil!
    .
    mas encontrei uma família gaucha que trabalha e bem a sua produção de orgânicos e a vende na
    pracinha: brócolis, rúculas, agriões e todos os verdes sãos. e acredito que com toda a gde
    devastação q existe aqui pela pecuária e soja,
    já existe algum sinal de que é preciso mudar.
    .
    gostei da lembrança de brizola e a educação. bons tempos q se vão e q é preciso registrar,
    não? assim como a linguagem única para tão grande identidade. confesso q "china véia" ,
    guapa e outros termos assimilei na diferença.
    e o significado eu dei. rs
    .
    pra não dizer q não falei de flores, mando uns
    que apesar de não usar, por ser carioca, eu os
    assimilei dos cuiabanos: "ê, á! agora que que é esse?": espanto. "vôte!":admiração. e por ai
    se vai...
    .
    delicioso o texto. abrs!

    ResponderExcluir
  2. Sra Rose

    Queria lhe pedir que fôsse à público (imprensa) se fôr o caso ,sobre a reportagem que a senhora posaria nua numa jaula com um Gorila.
    Acho que o momento é só e excusivamante só de Marcelo,nada podendo ofuscar essa vitória que foi um verdadeiro plesbicito do povo brasileiro contra os "politicamente correto".
    Os malidicentes já estão pelos blogs tentando ridicularizá-lo.
    Como ele deixou claro enquanto dentro da casa do BBB que queria ficar longe dos flashes e de estrelismo...

    ResponderExcluir
  3. anônimo,
    .
    em um dos textos da rose ela responde ao que vc aponta ai.
    .
    ridicularizar marcelo, através dela, é a forma mais banal de se buscar resultados. rs
    .
    vou postar aqui o link em que ela trata desse assunto.
    .

    ResponderExcluir
  4. ta aí:
    http://doparedonaoparedao.blogspot.com/
    .
    leia-o e divirta-se. rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Obrigada,Rúcula,mas esse Mr.Chato aí só quer aparecer.É um pobre coitado.Os cães ladram e a caravana passa...como diriam Ibraim e Francis.E nada contra os cachorros,óbvio.
    Vc sim,tá trazendo o texto pro debate,tá acrsecentando,multiplicando.Fico honrada e feliz.
    Adooro rúcula.Qquer hora conto uma passagem q tem a ver com, comigo e com Marcelo.
    bjos!

    ResponderExcluir
  6. Eita maravilha de leitura essa Rose...
    Aqui no Rio de Janeiro a coisa é bem essa = o "Framengo" joga...dá-lhe churrasco, Carnaval churrasco, Natal, Reveillon, aniversário, e o q nem tem q ser comemorado é churrasco na veia(ou "surrasco")...
    Pra não me prolongar, quero me juntar à RUCULA pra saber essa passagem q vc tem pra contar (se achares q mereço sabe-la)...
    Mais isso é pra outra hora, como sabiamente vc disse.
    Bjs e paz...

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Bagualada do bem: esse sítio aqui, que se espraia até aquela Figueira que estão vendo, com todos aqueles 15 cuscos q vão te receber na portera, não é o sítio da Rose. É o meu: Bruxa Gaudéria, com muito orgulho. Personagem mui matrero, q me sai do livro e me vim pra dizer as cosas, poes q aquela é (metida a)fina, com aqueles sítios Do paredón, A Mágica, etc. Aqui, felizmente, a grossura impera, a gente pode até cuspir. E não me faz te pegar nojo, vivente, q te cozinho no caldeirão. Oigalê!

    ResponderExcluir
  9. gaudéria,
    .
    tens razão! vou me encontrar aqui, no meio do bando de loucos! nem que seja pra lavar louça.
    .
    bem mandado. arranja uma lasca, pra mim, nesse latifúndio, nem q seja com "palmos, medida".
    .
    tés!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Saudades... sempre.

Saudades... sempre.
texto mais abaixo/ leia ouvindo Amália Rodrigues

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
Ôôpsss

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
Ôôôpppsss...

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
puxa...

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
ainda...

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
Puxa, eu já vi esse filme...

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
será?...

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
Esse(s) é reprise... (ou o último dos irmãos Marx).

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
O espírito não morre?...

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
?...

Desfile Farroupilha

Desfile Farroupilha
Ah!... agora, sim.